Desfibrilador Externo Automático (DEA)

Exibindo todos 4 resultados

Um desfibrilador externo automático – DEA – é um dispositivo muito leve e portátil, que transmite um choque elétrico diretamente para o coração de quem sofre uma parada cardíaca de forma súbita ou uma arritmia, devolvendo ao coração seu ritmo natural de funcionamento.

O que é e para que serve o Desfibrilador Externo Automático [DEA]?

O DEA é um equipamento capaz de salvar vidas e em alguns Estados, como o Rio de Janeiro, é lei que alguns espaços público e privados de grande concentração de pessoas contem com o aparelho em suas instalações.

Através do seu computador interno, o DEA identifica, através de eletrodos que devem ser colados ao peito da vítima, o ritmo cardíaco.

Uma vez identificado e autorizado pelo operador, o DEA descarrega uma carga elétrica capaz de poder normalizar a atividade cardíaca.

Benefícios do uso dos Desfibriladores Externos Automáticos [DEA]

O DEA é um equipamento que deve ser instalado em clínicas médicas e hospitais, de diferentes portes, e que deve estar sempre disponível em posições estratégicas a fim de normalizar o ritmo de cardíaco de pessoas acometidas por arritmias ou paradas cardíacas.

Entre seus principais benefícios encontramos, sobretudo, a restauração da normalização do ritmo cardíaco de quem precisar utilizá-lo.

Como funciona o Desfibrilador Externo Automático [DEA]?

O DEA funciona através do acionamento dos mecanismos que fazem uma descarga elétrica diretamente no coração de uma pessoa que esteja em arritmia ou parada cardíaca, através dos seus eletrodos fixados no peito da vítima.

Como utilizar um Desfibrilador Externo Automático [DEA]

Quando uma pessoa entra em parada cardíaca ou em arritmia, é fundamental que:

Se identifique a situação de saúde da pessoa acometida pelo problema de saúde;
Acione imediatamente os serviços de saúde, através do telefone 192;
Se inicie o protocolo de reanimação através de massagem cardíaca;
Sejam fixados os eletrodos do DEA e, autorizado pelo aparelho, se acione o funcionamento do aparelho.
Dicas de uso e manutenção do Desfibrilador Externo Automático [DEA]

A utilização do Desfibrilador é sempre guiada pela necessidade manifestada da pessoa acometida, seja por parada cardíaca, seja por uma arritmia e a sua manutenção deve ser feita de acordo com o uso do aparelho.

Alguns itens, no entanto, podem ser necessários para que seu uso seja mais prático, aumentando a possibilidade de salvar vidas.

Para tanto, utilize o gabinete para armazenagem, de forma que ele se destaque e seja facilmente encontrado quando necessário.

Uma vez utilizado, faça a troca de suas pás, seja para adultos, seja para crianças.

É fundamental, também, que juntamente com o DEA, em sua mochila de transporte, sejam colocados os adesivos do aparelho para cada um dos tamanhos de uso.

Conselho e recomendação profissional Mobiloc

A compra de um Desfibrilador Externo Automático é um item essencial em clínicas médicas e hospitais, bem como em ambientes públicos e privados em que se concentra grande número de pessoas.

Em alguns Estados é lei que se coloque Desfibriladores em estádios de futebol, Universidades, shoppings e outros eventos com grande concentração.

Por isso, é imprescindível fazer uma análise criteriosa das necessidades de cada ambiente para definir a compra de um ou mais DEAs.

Rolar para cima
Abrir Chat
Tire sua dúvida agora com um atendente.