Tipos de bengala: como escolher o melhor modelo e dicas!

Quais são os tipos de bengala? Conheça todos os modelos, como escolher o melhor tipo de bengala e dicas práticas para usar e melhorar a mobilidade!

A bengala é um acessório muito utilizado para auxiliar na mobilidade e equilíbrio, frequentemente usados por pessoas idosas ou em recuperação, como um suporte adicional.

As bengalas são os acessórios auxiliares de marcha mais populares do mundo, por sua praticidade e eficácia, sendo um acessório leve e, muitas vezes, retrátil para se tornar ainda mais fácil de ser transportado.

É importante observar que as bengalas são diferentes das muletas. A principal diferença entre a bengala e a muleta é que as bengalas são feitas para ser mais leves e destinam-se apenas a transferir a carga de peso pelo pulso do usuário, e não a descarregar muito o peso das pernas.

Quais são os tipos de bengala?

São três os tipos de bengalas:

Bengala Tradicional ou Standard

Tradicional. É aquela que tem o apoio da mão em forma de “U” ou de gancho. É o tipo de bengala mais básico e popular que pode ser facilmente encontrado em qualquer loja de produtos médicos. 

Sua forma é o mais simples possível – um bastão simples, com uma ponta de borracha para maior tração no solo e uma curva em forma de guarda-chuva como alça. A maioria é feita de madeira, mas os modelos de alumínio também são populares. 

Este tipo simples de bengala deve ser usado como um acessório de conforto ao caminhar que pode ajudar caminhantes instáveis, mas independentes, a obter um melhor suporte de equilíbrio. 

O preço das bengalas podem variar entre R$ 40 e mais de R$ 5.000, dependendo do modelo e da forma de fabricação. Clique aqui para garantir a melhor oferta!

Bengala em T: com dobra ou “offset”

Em T. Tem o apoio da mão em um formato que se assemelha a um “T”, o que oferece mais sustentação e dificulta que a mão escorregue.

As bengalas deslocadas são semelhantes às bengalas padrão, exceto a forma posiciona o paciente peso sobre o eixo da bengala.

Isso permite que a bengala seja usada para suporte de peso ocasional. 

As bengalas deslocadas são frequentemente recomendado para pacientes que têm artrite no quadril ou joelho e ocasionalmente precisa diminuir o peso suportado em um extremidade inferior dolorida.

Bengala com base alargada com quatro apoios

A bengala com base alargada, com quatro apoios ou quádrupla é um acessório de caminhada que pode fornecer muito mais assistência ao equilíbrio do que uma bengala simples, principalmente para os idosos.

Ele apresenta uma base com quatro pontas emborrachadas que são espaçadas entre 10 e 15 cm, para oferecer melhor sustentação. 

Eles são mais adequados para idosos que acham que as bengalas com um único ponto de contato com o solo não oferecem o suficiente para eles. 

Muitos modelos de bengala com quatro apoios oferecem base ajustável, permitindo aos usuários girar a base para a posição desejada e, em seguida, travá-la no lugar. 

Alguns modelos têm uma base muito pequena com três ou quatro terminais.

Você pode encontrar bengalas de 4 apoios clicando aqui.

Quais as diferenças nos cabos das bengalas?

Depois de decidir que tipo de material e estilo de ponta você deseja que sua bengala tenha, o último fator a considerar é o estilo do cabo. 

Agora, dependendo do seu material preferido e do estilo da ponta da bengala, sua escolha de estilo de cabo pode ser limitada, já que certos estilos só funcionam bem com um material ou ponta específicos. 

Hoje, o mercado oferece 5 tipos de cabos para bengala:

  • Tourist;
  • Fritz;
  • Derby;
  • Contorno;
  • Offset.

Cabo de bengala tradicional – Tourist

O primeiro modelo – Tourist – é o modelo de cabo de bengala mais conhecido. Ele tem o formato de um cabo de guarda-chuva e muitos o preferem pela firmeza e praticidade.

Este modelo é um dos primeiros usados ​​com bengalas e pode ser encontrado em todos os materiais de bengalas de ponta única.

Cabos de bengala no modelo T – Fritz

Os cabos de bengala no estilo Fritz foram desenhados por um conde alemão no século 18 e foi projetado para quem possui formas mais leves de artrite. 

Ao olhar para essas bengalas, você pode pensar que se assemelha ao formato da letra T, quando visto de lado. 

Os cabos Fritz são encontrados em todos os materiais de bengalas de ponta única e podem até ser usados ​​em uma bengala dobrável projetada para viagem.

Cabos de bengala no modelo T com ponta – Derby

As alças de estilo Derby são muito semelhantes às alças Fritz – no formato em T –  e oferecem muitos dos mesmos benefícios. 

A diferença entre os dois pode ser encontrada na ponta do cabo da bengala, enquanto o cabo Fritz é mais reto, enquanto os cabos de Derby são arredondados na ponta. 

As alças de Derby, como as alças Fritz, são encontradas em todos os materiais de bengalas, bem como em bengalas dobráveis.

Cabos ergonômicos – modelo de contorno

Os cabos ergonômicos ou de contorno são diferentes da maioria dos outros estilos, pois são projetadas para se encaixar especificamente em sua mão direita ou esquerda. 

O estilo da alça é contornado para caber completamente em sua palma, cabendo em sua mão como uma luva e distribuindo o peso uniformemente por toda a palma. 

Essas alças de contorno são encontradas em bengalas de madeira e lucite e até mesmo em algumas bengalas de viagem.

Cabos de bengala Offset – simples ou dupla

Os cabos Offset são os mais comuns em bengalas prontas de alumínio ou aço, vendidas em lojas de produtos médicos.

Diferentemente das demais, ela pode ser encontrada em dois estilos: de locomoção ou de assento.

Os cabos de locomoção possuem apenas um local de pega, na ponta da bengala. 

Já os cabos feitos para o auxílio de sentar e levantar possuem dois pontos de pega, sendo uma localizada na ponta e outro um pouco mais abaixo, dando a sustentação correta.

Qual a diferença entre andador, bengala e muleta?

Bengalas, muletas e andadores melhoram o equilíbrio, auxiliam na caminhada, reduzem a carga nos membros inferiores, transmitem pistas sensoriais e permitem manobras em locais inacessíveis a uma cadeira de rodas. 

Os andadores possuem o formato “quadrado”, que oferece maior sustentação e equilíbrio para caminhadas, oferecendo quatro pontos de sustentação em volta do corpo.

As bengalas são auxiliares de marcha e auxiliam no equilíbrio dando apenas um ponto de sustentação.

Já as muletas oferecem um auxílio de marcha diferente, retirando o apoio das pernas. Elas podem ser de braço ou axilares. 

Você poderá clicar aqui para entender melhor sobre as muletas!

Qual o melhor tipo de bengala para idoso?

O melhor tipo de bengala para idoso é aquela em que o idoso se sente mais confortável para caminhar. 

Alguns modelos, como o Offset, podem parecer mais confortáveis e seguros, mas se não houver adaptação por parte do paciente, ela se torna um problema. 

Algumas pessoas, principalmente idosos e pessoas em recuperação de lesões, preferem as muletas com quatro apoios, por oferecer melhor sustentação para o caso de desequilíbrio ou de calçamento irregular. 

O ideal é que o usuário experimente todos eles, até encontrar o modelo que se sinta mais confortável.

Quais os riscos das bengalas, muletas e andadores?

Os riscos aos uso de bengalas, muletas e andadores são bem parecidos:

  • Contusões nos pulsos, cotovelos e ombros por apoio feito de forma errada;
  • Irritação na pele ou bolhas nos locais de apoio;
  • Lesões por quedas;
  • Atrofia dos membros inferiores, quando utilizados por um longo tempo;
  • Problemas arteriais;
  • Lesões dos nervos do plexo braquial ou pulsos.

Qual o melhor tipo de dispositivo auxiliar de marcha e como usá-los?

O melhor tipo de auxiliar de marcha vai depender das necessidades do usuário.

Para idosos que necessitam de um auxiliar de marcha e equilíbrio, mas que ainda são independentes, o ideal é que seja utilizado uma bengala. 

Para os idosos com problemas maiores de locomoção ou dependência, o andador se torna indispensável.

Para quem sofre com inflamações ou que sofreu lesões nos quadris ou membros inferiores, o ideal é que seja utilizada as muletas.

Para recuperações mais rápidas, as muletas axilares são excelentes, já para lesões ou problemas crônicos, as muletas canadenses podem ser mais confortáveis.

O que observar ao comprar uma bengala?

Uma bengala pode melhorar seu equilíbrio enquanto você caminha ou ajudá-lo a compensar uma lesão ou deficiência. Mas como você escolhe uma bengala?

A maioria das pessoas se dá bem com uma bengala de ponta única. Uma bengala quádrupla, que tem quatro pontas, pode fornecer uma base de suporte mais ampla, mas geralmente é mais difícil de usar. 

Os bastões quádruplos podem ajudar a reduzir as quedas em pessoas que estão se recuperando de derrames.

Na hora de comprar uma bengala, você deverá verificar as quatro características principais do produto:

  • Tipo de bengala;
  • Tipo de cabo de bengala;
  • Ajustes e adaptações;
  • Equilíbrio e conforto.

Primeiramente, verifique com seu médico ou fisioterapeuta qual tipo de bengala ele recomenda para você. Você poderá utilizar uma bengala de pé simples, de quatro pés, com ou sem rodas, tudo dependendo das recomendações do profissional.

Depois de escolher o tipo ideal de bengala, você precisará escolher o tipo de cabo que melhor se encaixa nas suas necessidades. 

Geralmente, escolher um cabo de bengala é uma questão de preferência pessoal. 

Considere um cabo de bengala de espuma ou uma alça moldada para se ajustar à sua mão. Se tiver problemas para segurar com os dedos – por causa da artrite ou outras dores nas articulações – você pode preferir um cabo mais reto ou maior.

Caso não se lembre das opções de cabo de bengala disponíveis no mercado, você poderá voltar um pouco mais no texto e ler novamente.

A escolha da pegada correta aliviará o estresse desnecessário nas articulações e ajudará a prevenir deformidades articulares. 

Dormência ou dor na mão ou nos dedos podem indicar que o formato do cabo da bengala não é adequado para sua mão. Seu fisioterapeuta pode ajudá-lo a escolher a melhor pegada para sua situação específica.

Outro aspecto a se analisar é o tipo de ajuste que poderá ser feito na bengala. Muitas bengalas são ajustáveis, mas algumas não. Para ter certeza de que sua bengala se encaixa corretamente:

  • Verifique a dobra do cotovelo. Com a bengala na mão, o cotovelo deve dobrar em um ângulo confortável, cerca de 15 graus. Você pode dobrar o cotovelo um pouco mais se estiver usando principalmente a bengala para se equilibrar;
  • Verifique a altura do seu pulso. Com o braço estendido para baixo ao lado do corpo, o topo da bengala deve ficar alinhado com a dobra do pulso;
  • Se sua bengala for muito longa, você precisará se esforçar mais para pegá-la e movê-la. Se sua bengala for muito curta, você pode inclinar-se para um lado – o que pode desequilibrá-lo.

Depois, verifique a ergonomia da bengala quando utilizada. Sua bengala deve ser segurada na mão oposta à perna fraca ou dolorida. 

Mova a bengala em uníssono com a perna afetada. Cada vez que você pisar com a perna afetada, mova a bengala também – para ter apoio enquanto caminha. 

Quando você dá um passo à frente com a perna não afetada, mantenha a bengala no lugar.

Dica bônus: verifique se a borracha da ponta da sua bengala é aderente aos mais diversos pisos. Se possível, teste em pisos frios, de madeira, asfalto, cimento e gramado.

A função da borracha é oferecer atrito suficiente para que você tenha o máximo de conforto e equilíbrio ao caminhar.

Dicas para usar a bengala corretamente

A sua bengala deverá ser utilizada sempre do lado oposto à sua perna fraca ou lesionada. No caso dos idosos, quando não houver lesão, a bengala poderá ser utilizada do lado dominante.

Para uma caminhada segura, a sua bengala deverá acompanhar os movimentos da sua perna fraca ou do lado oposto em que está posicionada. 

Verifique sempre as borrachas dos cabos e dos pés, para assegurar melhor aderência e evitar acidentes.

Conclusão

Escolher uma bengala pode ser um processo cansativo, mas com as nossas dicas, você poderá escolher os modelos que melhor se encaixam nas suas necessidades e evitar uma busca infinita, de loja em loja.

O mais importante é você lembrar que as melhores bengalas são aquelas que te deixam mais confortáveis, independentemente do modelo ou material. Escolha o tipo, cabos e ajustes que são melhores para você.
Conte sempre com a Mobiloc para te fornecer os melhores equipamentos para a sua saúde! Clique aqui e fale com um de nossos especialistas e encontre a bengala perfeita para você!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

quatro × 5 =

Rolar para cima