Termos técnicos de enfermagem: Quais são os mais importantes?

Todas as profissões carregam consigo uma linguagem, que é determinante para que a comunicação entre os profissionais se dê de forma efetiva e para que o entendimento seja sempre pleno. Conheça, hoje, os termos técnicos de enfermagem e a importância deles!

Você já deve ter escutado em alguma vez que precisou ir a um hospital alguns termos técnicos de enfermagem e ficou, certamente, se perguntando o que aquelas pessoas estavam comunicando umas às outras.

Embora não seja necessariamente útil para um profissional que não é da área de saúde conhecer os termos técnicos de outras profissões que não é a sua, necessariamente, saber alguns deles pode ser decisivo para seu entendimento a respeito do seu quadro de saúde.

Saiba, hoje, quais são os termos técnicos de enfermagem mais comuns e não fique nunca mais na dúvida no momento em que for necessário ser atendimento por um profissional da área!

O que são os termos técnicos de enfermagem?

Termos técnicos de enfermagem são todos aqueles traços da linguagem que permeiam a profissão. São utilizados para que os profissionais rapidamente possam se comunicar, assegurando que todos possam ter o entendimento pleno do que está sendo dito.

Os termos técnicos estão presentes em todas as profissões, independente da área de atuação profissional e são essenciais para que a comunicação seja sempre muito efetiva.

Se você prestar atenção, entre os seus colegas de trabalho vários termos e uma linguagem específica são utilizados, o que possibilita que a comunicação seja rápida e muito eficiente.

Isso permite que erros sejam minimizados no decorrer dos processos e procedimentos de trabalho, melhorando o desempenho de toda a equipe.

Por que devemos utilizar os termos técnicos?

Os termos técnicos de enfermagem existem por uma única razão: garantir que a comunicação entre os profissionais seja eficiente e, sobretudo, fazer com que o atendimento ao paciente seja prestado da melhor forma que for possível.

Por conta disso, é fundamental que todo profissional da área da saúde, incluindo aqui os enfermeiros e técnicos em enfermagem, conheçam e façam pleno uso dos termos técnicos que dizem respeito à sua própria área de atuação.

Isso garante que seu paciente seja tratado de forma mais respeitosa, que o atendimento seja feito de forma mais efetiva e, ainda, que você seja visto como um profissional de verdade.

Conheça 15 termos técnicos de enfermagem mais importantes na rotina de trabalho

Conforme tratamos, a linguagem técnica existe em todas as profissões e assegura uma comunicação mais íntegra, rápida e eficaz para as equipes de trabalho.

Em razão da sua tamanha importância, é fundamental que todos os profissionais da área estejam alinhados aos seus termos técnicos.

Se você está estudando enfermagem ou técnico em enfermagem ou, ainda, é uma pessoa curiosa e quer entender melhor a conversa que segue quando você precisa de alguma ajuda para a sua saúde, fique de olho nos termos mais importantes da rotina de trabalho de um enfermeiro!

Abcesso

Um abcesso é uma complicação bastante comum das infecções causadas por bactérias e é caracterizado por acúmulo de material composto por pus. 

É comum quando se trata de problemas de pele, como foliculite ou furúnculo e, geralmente, some sem causar grandes complicações. Seu aspecto é de uma pequena bolinha na pele, que aumenta gradualmente e é avermelhada e dolorosa.

Os sintomas mais comuns de um abcesso é a dor local e sensação de calor na região.

Afagia

A afagia é caracterizada pela impossibilidade de engolir líquidos, alimentos e, em casos mais complexos, a própria saliva. 

Normalmente, a afagia é um quadro evoluído da disfagia, que acontece quando uma pessoa sente dificuldade em engolir e acaba por não tratar a complicação.

Esse problema de saúde é muito comum entre pessoas com problemas de saúde graves, como Alzheimer de estado avançado ou outras complicações de ordem neurológica e pode causar quadros de desidratação e até mesmo de desnutrição quando não tratado.

Bradipneia

A bradipneia é caracterizada pela dificuldade ou lentidão na forma de funcionamento do sistema respiratório de um paciente e, normalmente, está relacionada a quadros de infecções de vias aéreas mais agudas.

Por ser mais comum em crianças e em pessoas idosas, o manejo do paciente com um quadro de bradipneia tende a ser mas complexo, requerendo atenção máxima do profissional de saúde, uma vez que é um quadro que tende a se agravar rapidamente.

Cefaleia

A cefaleia é a bem conhecida dor de cabeça, um distúrbio popularmente conhecido e que se apresenta em duas condições primárias: enxaqueca ou cefaleia causada por tensão.

No entanto, outras causas secundárias podem dar origem à cefaleia, tais como:

  • Traumatismo craniano;
  • Trauma em vértebras cervicais;
  • Uso de substâncias psicoativas ou processo de desintoxicação delas;
  • Infecções;
  • Complicações causadas por problemas psiquiátricos.

A cefaleia é bastante comum, mas não é pelo fato de ser comum que não deve ser tratada. Enxaquecas costumam ser mais persistentes e dolorosas, exigindo a intervenção médica e, muitas vezes, terapia endovenosa.

Dermatose

A dermatose é caracterizada por reações alérgicas diversas, que podem ser crônicas ou agudas e que atingem a pele de uma pessoa.

Seus sintomas mais comuns são a formação de um quadro inflamatório, sensação de coceira, calor no local, descamação e, ainda, a formação de bolhas na pele.

A dermatose pode ser causada por fatores diversos, como exposição ao agente causador de alergia ou, ainda, em casos mais específicos, como em complicações de doenças autoimunes.

Em cada caso, é essencial que o paciente tenha apoio clínico a fim de apurar o agente da dermatose e, sobretudo, a melhor forma de evitá-lo.

Diurese

A diurese é um dos principais indicadores das funções renais de um paciente, isto é, se os rins dele estão funcionando de forma adequada e produzindo urina adequadamente.

Para avaliar a diurese de um paciente a equipe de enfermagem deve coletar a urina ou aplicar questionários sobre quantas vezes ao dia o paciente urinou ou se urinou. Além disso verificam-se também a coloração e o odor da urina.

Edema

O edema é popularmente conhecido como inchaço, que é nada mais e nada menos do que o acúmulo de líquidos nos tecidos que compõem nosso organismo como um todo, e pode ser tanto localizado quanto generalizado.

Ainda que o edema tenha conexão direta com algumas complicações graves de saúde, de forma geral ele aparece em situações benignas, como durante o período menstrual de uma mulher ou quando há a diminuição da capacidade do corpo de drenar sua linfa.

Equimose

A equimose é, muitas vezes, confundida com hematomas e, ainda que a causa seja a mesma, o extravasamento do sangue na pele, a equimose é um quadro mais simples de ser tratado.

Ela é caracterizada como uma mancha na pele, de aspecto menos avermelhado ou arroxeado do que o hematoma e, ainda, não apresenta a elevação típica na pele que o hematoma apresenta.

Ainda que deva ser investigada, é considerada como menos grave que o hematoma em si.

Fissura

As fissuras podem acontecer em qualquer tecido do corpo humano, embora estejam mais relacionadas com aquelas partes do corpo em que a força que empregamos podem contribuir com o surgimento ou agravamento delas.

A região do ânus é frequentemente acometida por fissuras, sobretudo quando há a dificuldade em evacuar. 

É uma situação de saúde que exige cuidados médicos, sobretudo porque, com a fissura, há o aumento do risco de infecções na região.

Hematoma

O hematoma é uma complicação de saúde em que o sangue de um paciente se acumula em um determinado tecido do corpo humano ou em algum dos seus órgãos.

Quando o sangue se desloca de suas funções e fica alojado em alguma outra parte do corpo, pode causas problemas graves, para além do inchaço e aspecto arroxeado na pele.

A gravidade de  um hematoma depende do grau de complexidade, extensão e quantidade de sangue vazado no tecido do corpo ou órgão. 

Isquemia

A isquemia é um quadro clínico causado pela falta de circulação sanguínea e algum órgão do corpo, causando alterações graves em seu funcionamento. 

O quadro de isquemia é normalmente causado por obstrução em vasos sanguíneos ou, ainda, por anormalidades em relação à viscosidade do sangue.

Os quadros mais comuns de isquemia são aqueles que afetam o funcionamento do coração ou do cérebro de um paciente.

Necrose

A necrose é a designação de um evento em que existem alterações significativas em um tecido ou grupo celular. Quando ocorre uma necrose, há também o início de um processo inflamatório, em que enzimas das células mortas podem ser extravasadas para outras partes do corpo.

Para identificar um processo de necrose, é necessário verificar se há ou não alguma lesão significativa e irreversível em um grupo celular. 

Prurido

O prurido é mais conhecido como coceira, quando ela aparece como um quadro sintomático de outra condição de saúde e não, necessariamente, como uma doença.

É comumente relacionado a escoriações e outras lesões da pele que acabam por gerar um quadro inflamatório, infecções na pele ou, ainda, degradação da pele.

O que gera a coceira, ou prurido, é a histamina, que é uma substância excretada por macrófagos em partes da pele do corpo como uma resposta ao estímulo.

Taquipneia

A taquipneia é um evento marcado pela aceleração do ritmo de respiração de um paciente. 

Um quadro de taquipneia é caracterizado quando um paciente passa a respirar mais do que 18 vezes por minuto, que é o ritmo normal de um paciente adulto. 

Em uma criança, o ritmo respiratório é maior, variando entre 20 e 50 respirações a cada minuto, sendo o maior número aquele de um recém-nascido.

Vertigem

A vertigem é caracterizada por uma sensação de tontura, que pode ser sentida como a de um movimento não realizado. Ainda que permaneça parada, a pessoa pode sentir seu corpo como em movimento ou girando.

Além da sensação de falso movimento, a vertigem também pode vir acompanhada por vômito, náusea e até mesmo a pela perda de equilíbrio, com complicações também manifestadas para andar.

Quando devemos utilizar os termos técnicos?

Os termos técnicos devem ser utilizados em todas as comunicações realizadas por profissionais em seus respectivos ambientes de trabalho, sobretudo porque, através do seu uso, é possível prevenir erros graves, que podem complicar de forma severa a vida de um paciente.

No entanto, é essencial que todos os profissionais também tenham a sensibilidade necessária para sempre for assim requisitado explicar em termos não-técnicos ao paciente o seu quadro real de saúde, humanizando seu atendimento.

Portanto, os termos técnicos de enfermagem conferem maior profissionalismo ao enfermeiro ou ao técnico de enfermagem, sendo também um dos seus muitos instrumentos de trabalho.

Existe algum aplicativo para encontrar termos técnicos de enfermagem de A a Z?

Atualmente é possível contar com alguns apps para smartphone que podem ajudar tanto os profissionais de enfermagem quanto pacientes a descobrir o real significado das suas situações de saúde.

Veja, a seguir, quais são os mais completos!

Termos Técnicos Enfermagem

O app Termos Técnicos Enfermagem está disponível na PlayStore para dispositivos Android e conta com uma barra de busca rápida e ainda permite a adição de termos favoritos à sua lista.

É um excelente aplicativo para auxiliar em sua rotina de estudos, bem como para tirar suas principais dúvidas no dia a dia da sua profissão.

Dicionário de Termos Técnicos Enfermagem de A a Z

O aplicativo Dicionário de Termos Técnicos Enfermagem de A a Z é um app totalmente offline, que reúne os termos mais comuns do cotidiano da enfermagem, além de, também, incluir termos utilizados em ambientes cirúrgicos a fim de guiar o procedimento.

Também é possível encontrar nomes e quadros sintomáticos de doenças, bem como aqueles procedimentos relacionados a cada uma delas.

Nursebook Enfermagem

O app Nursebook Enfermagem reúne as principais informações que guiam o dia a dia da rotina de trabalho de um profissional da enfermagem, seja ele um enfermeiro ou um técnico.

No app é possível encontrar informações essenciais sobre como realizar uma anamnese, o manual de termos técnicos de enfermagem, prescrições, condutas, procedimentos e protocolos de atendimento clínico.

Além disso, é possível encontrar também ferramentas de cálculo de gotejamento dos mais diversos medicamentos e, ainda, para a realização de um bom diagnóstico. 

A Mobiloc conta com os melhores equipamentos para tornar o seu trabalho, enquanto profissional da saúde, muito mais eficiente, seguro e fácil de ser realizado! Conheça agora!

Conclusão

Os termos técnicos de enfermagem são utilizados por profissionais da assistência básica em saúde e existem para que a comunicação no ambiente de trabalho seja eficiente e possa contribuir com a redução de erros que podem comprometer a vida de um paciente.

Conhecê-los é tarefa fundamental de técnicos em enfermagem e enfermeiros, e permite oferecer um atendimento mais completo àqueles que necessitarem restaurar sua saúde.

2 comentários em “Termos técnicos de enfermagem: Quais são os mais importantes?”

  1. Alexande Malafaia

    Olá Erika! Tudo bem? Muito obrigado pelo elogio e por acompanhar nosso blog.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

5 × dois =

Rolar para cima