CENTRAL DE ATENDIMENTO: (11)3090-4336 | vendas@mobiloc.com.br

Casa Sonoterapia Sonoterapia: O Que é, Para Que Serve, Benefícios e Técnicas

Sonoterapia: O Que é, Para Que Serve, Benefícios e Técnicas

sonoterapia o que para que serve beneficios tecnicas

Existem métodos mais saudáveis do que os remédios para se ter uma boa noite de sono. Conheça a terapia do sono que melhora o repouso e entenda como ela pode ajudar você!

Se você tem problemas para dormir e nunca ouviu falar sobre sonoterapia, este artigo é para você!

Se você tem problemas para dormir, as medicações sedativas ou relaxantes podem parecer tentadoras para se ter uma boa noite de sono.

No entanto, a medicação para dormir não solucionará o problema nem diminuirá os sintomas que a falta de sono pode causar – na verdade, muitas vezes, pode piorar os problemas de sono a longo prazo. 

A medicação pode ser um recurso válido em situações pontuais e de curto prazo, como mudança de fuso horário ou em uma recuperação de cirurgia ou em caso de doença, mas se utilizadas por um longo período, as medicações podem causar dependência ou deixar de oferecer o efeito desejado.

Mesmo em situações em que o distúrbio do sono exija o uso de medicamentos prescritos, os especialistas recomendam combinar um regime medicamentoso com terapia e mudanças no estilo de vida, promovendo uma vida mais saudável.

A sonoterapia pode melhorar seu sono, alterando seu comportamento antes de dormir, bem como mudando as maneiras de pensar que o impedem de adormecer. 

Também se concentra em melhorar as habilidades de relaxamento e mudar os hábitos de vida que afetam seus padrões de sono. 

Como os distúrbios do sono podem ser causados por ​problemas emocionais ​e têm o poder de desencadeá-los, como ansiedade, estresse e depressão, a terapia é uma maneira eficaz de tratar o problema subjacente, e não apenas os sintomas, ajudando a desenvolver padrões de sono saudáveis ​​por toda a vida.

Acompanhe o artigo até o final e saiba como a sonoterapia pode ajudar você!

O que é sonoterapia?

sonoterapia o que e

A sonoterapia pode ser feita de duas formas bem distintas. A primeira, com uma indução de sono profundo, “desintoxicando” o organismo da falta de sono e do cansaço.

A segunda forma de sonoterapia, se dá com uma terapia cognitivo-comportamental mais prolongada, para manter os hábitos de sono.

A sonoterapia medicamentosa, geralmente é recomendada nos casos mais avançados dos distúrbios do sono. O tratamento que dura duas semanas, consiste em uma indução de cerca de 20 horas de sono diárias.

Já a terapia cognitivo-comportamental é a terapia mais usada para distúrbios do sono. Pode ser realizado individualmente, em um grupo de pessoas com problemas de sono semelhantes ou até online. 

Como as causas e os sintomas dos distúrbios do sono variam consideravelmente, a sonoterapia deve sempre ser adaptada aos seus problemas específicos. 

A sonoterapia para insônia, por exemplo, é um tipo específico de terapia projetado para pessoas incapazes de dormir a quantidade de horas suficientes para que acordem sentindo-se descansadas e revigoradas.

A duração da terapia também depende do tipo e gravidade do seu distúrbio do sono. 

História e origem da sonoterapia

sonoterapia historia origem

A sonoterapia medicamentosa foi utilizada pela primeira vez em Xangai, por volta do ano de 1900, pelo médico psiquiatra Scottish Neil Macleod. 

Na época, diversas substâncias foram testadas para a indução do sono, entre elas a mais utilizada era o brometo, como um sedativo-hipnótico (sono de brometo) e depois o metilsufonal, introduzido por Wolff.

Em 1915, na Universidade de Turim, a sonoterapia medicamentosa foi introduzida como tratamento auxiliar nos casos de esquizofrenia.

A partir da década de 1930, a sonoterapia foi usada em condições que variavam de excitação maníaca e catatônica, passando por intensa ansiedade e depressão, até várias formas de esquizofrenia. 

Os resultados foram tão satisfatórios que outros medicamentos foram testados e a sonoterapia medicamentosa ainda é recomendada em casos mais extremos.

Já a sonoterapia cognitivo-comportamental surgiu em meados dos anos de 1960, pelo psiquiatra Aaron Beck, na Universidade da Pensilvânia e começou como uma terapia auxiliar para depressão, que logo se desdobrou em tratamento para diversos outros distúrbios, incluindo o do sono.

O tratamento é utilizado para os mais diversos casos de distúrbios do sono, sendo o tratamento principal para a insônia. 

Ela tem seu foco no alívio dos sintomas, reestruturação cognitiva, adaptação de hábitos de vida e técnicas de relaxamento.

Quais são os benefícios da sonoterapia?

Os benefícios da sonoterapia são diversos e podem ser efetivos quando feitos corretamente. São eles:

Melhora no sono

sonoterapia melhora do sono

Os pacientes que passam pela sonoterapia recuperam o ciclo circadiano anteriormente perdido e voltam a ter um sono adequado, passando por todas as fases essenciais do sono.

Além disso, o paciente aprenderá a lidar com todas as questões que podem interferir no ciclo do sono, o que pode melhorar consideravelmente os casos de insônia.

Sensação de descanso

A sensação de descanso provocada pela sonoterapia medicamentosa poderá permanecer a longo prazo, caso o tratamento seja feito corretamente.

Logo após a indução do sono com medicamentos e o profundo estado de relaxamento e descanso do paciente, é necessário um acompanhamento psicológico e também uma mudança de hábitos, para que o ciclo do sono volte a funcionar corretamente.

Energia para a execução de atividades diárias

sonoterapia energia para execucao atividades diarias

Com noites de sono melhores, você terá mais disposição para as atividades do dia-a-dia e se sentirá menos estressado ou cansado.

Maior qualidade de saúde

A privação crônica do sono poderá desencadear diversos problemas de saúde, como hipertensão, aumento de peso e obesidade, Alzheimer, diminuição da libido, além de propiciar doenças mentais e atrapalhar nas relações diárias.

Regular o seu ciclo do sono pode significar eliminar os riscos  de ter essas doenças ou melhorar os quadros já desenvolvidos.

Relaxamento físico e mental

Durante o sono, o seu corpo diminuirá o nível de cortisol e adrenalina, o que é necessário para que você se sinta muito mais relaxado física e mentalmente.

Além disso, um bom ciclo do sono diariamente diminui o estresse e agitação, e melhora o humor.

Controle e prevenção dos distúrbios psicológicos

Dormir bem diminui o risco de desenvolver distúrbios psicológicos, além de estimular o raciocínio e melhorar a memória e concentração.

Para que serve a sonoterapia?

A sonoterapia serve para recuperar a qualidade do sono e regular o ciclo circadiano do nosso corpo. 

Ele é usado no tratamento de insônia crônica e quadros de depressão e ansiedade, dentre outras condições relacionadas ao humor.

Além disso, a sonoterapia também pode servir para diagnosticar possíveis problemas como apneia do sono, bruxismo, síndrome das pernas inquietas e outros distúrbios que podem influenciar para a má qualidade do sono diário.

Para quem a sonoterapia é indicada?

sonoterapia para quem e indicada

A sonoterapia é indicada para todas as pessoas que sentem uma dificuldade para dormir ou que possuem problemas para permanecer no sono.

A sonoterapia poderá ser utilizada tanto para o total relaxamento do paciente, quanto para diagnosticar distúrbios do sono que possam existir.

O médico psiquiatra, neurologista ou especialista do sono indicará qual o tratamento correto para o seu caso, que poderá ser a sonoterapia medicamentosa ou a sonoterapia cognitiva-comportamental.

Como a sonoterapia funciona?

A sonoterapia medicamentosa nada mais é do que a indução de um sono profundo e prolongado, por um período de aproximadamente 20 horas, durante alguns dias.

Nesse tempo, um médico psiquiatra ou neurologista acompanhará as diversas fases do seu sono, identificando possíveis problemas para ser corrigidos posteriormente.

Dependendo do estágio de insônia e cansaço do paciente, o sono pode durar alguns dias. No entanto, após o tratamento, o paciente se sentirá em um estado de relaxamento profundo, que deverá ser mantido com terapia.

Já a sonoterapia cognitiva-comportamental aborda pensamentos negativos e padrões de comportamento que contribuem para insônia ou outros problemas do sono

Como o nome sugere, a terapia comportamental cognitiva envolve dois componentes principais:

A terapia cognitiva ensina a reconhecer e alterar crenças e pensamentos negativos (cognições) que contribuem para seus problemas de sono.

A terapia comportamental ensina a evitar comportamentos que o mantém acordado à noite e substitui-os por melhores hábitos de sono.

Ferramentas Utilizadas na Sonoterapia

sonoterapia ferramentas utilizadas

As ferramentas utilizadas para a sonoterapia pode variar, de acordo com o estágio de cada paciente.

Na sonoterapia medicamentosa, são utilizados alguns sedativos-hipnóticos, mas também podem ser utilizados sons relaxantes e luzes.

Seu médico também poderá utilizar câmaras de relaxamento, eletroencefalograma, aparelho CPAP ou BiPAP e eletrocardiogramas.

Em alguns casos, é recomendado ao paciente que continue a utilização do CPAP ou BiPAP em casa, para a efetividade do tratamento e auxílio da respiração durante o sono.

Se este for o seu caso, você poderá encontrar máquinas de CPAP e BiPAP aqui na Mobiloc!

Já na sonoterapia cognitiva-comportamental, poderão ser utilizados métodos como a terapia de controle de estímulos, melhoramento de ambiente, higiene do sono e terapia de restrição de sono – para diminuir as horas na cama.

Como é feita a terapia do sono? Formas de fazer a sonoterapia

sonoterapia como e feita terapia do sono

A sonoterapia poderá ser feita com medicações de indução do sono, para promover um relaxamento profundo e um descanso para o paciente que sofre com insônia crônica.

Nesse caso, o paciente será monitorado durante todo o período de sono, para diagnosticar possíveis distúrbios que possam estar atrapalhando o ciclo do sono.

A sonoterapia medicamentosa geralmente é feito em uma clínica especializada e poderá ser feita em uma câmara do sono ou em um quarto comum, com os equipamentos de monitoramento necessários.

Depois de terminada a sonoterapia medicamentosa, o paciente precisará iniciar a sonoterapia cognitiva-comportamental, que envolve diversos métodos como:

Higiene do sono

A higiene do sono consiste em uma modificação na rotina do paciente, para que se possa promover um relaxamento noturno maior, melhorando o ciclo do sono.

A higiene do sono pode incluir mudanças no ambiente do sono, na alimentação, atividades físicas, consumo de bebidas, uso de computadores e celulares e até programas de TV.

Terapia comportamental

sonoterapia terapia comportamental

A terapia comportamental vai ensinar ao paciente como se comportar na hora do sono, como não ficar rolando na cama se não dormir em 20 minutos e praticar atividades relaxantes pouco antes de dormir.

Terapia de relaxamento

As terapias de relaxamento servem para ensinar ao paciente algumas técnicas que podem melhorar o ciclo do sono.

Por exemplo, são ensinadas técnicas de respiração, alongamento, meditação e atividades que possam relaxar o paciente e induzir ao sono naturalmente.

Tratamentos alternativos

sonoterapia tratamentos alternativos

Existem ainda técnicas de ioga e acupuntura que podem auxiliar no estado de relaxamento e melhorar o ciclo do sono.

Para esses casos, o ideal é procurar um profissional qualificado que possa te ajudar com um tratamento efetivo e seguro para o sono.

A sonoterapia é um tratamento definitivo?

A sonoterapia poderá ser um tratamento efetivo, desde que o paciente siga todas as orientações dos profissionais envolvidos.

Isso inclui a mudança de hábitos, adaptação do ambiente ou o uso de equipamentos para o sono, como o CPAP, de forma correta.

Caso o tratamento não seja seguido, poderá perder a efetividade, desregulando o ciclo circadiano e piorando a qualidade do sono.

Essa piora no quadro poderá levar a outros distúrbios ainda mais acentuados, como compulsão alimentar, estresse, depressão, ansiedade, crises de pânico, entre outros.

Conclusão

A sonoterapia, seja ela medicamentosa ou cognitiva-comportamental, é um excelente tratamento para quem sofre com distúrbios do sono.

Além de promover um relaxamento intenso, a sonoterapia poderá diagnosticar possíveis distúrbios como apneia do sono, que atrapalham tanto no início, quanto na manutenção de um sono de qualidade.

Se você sofre com sono ruim e está constantemente cansado e estressado, procure o seu médico para realizar a sonoterapia e melhorar a sua qualidade de vida.

E conte com a Mobiloc para te ajudar a manter a sua qualidade de vida sempre!

Confira nossos outros artigos que podem te ajudar a entender melhor sobre tratamento de distúrbios do sono, ronco e sonoterapia:

Post Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

sete − três =