Empreendedorismo na saúde: como começar, dicas e lições

O empreendedorismo na saúde é marcado pelos mais diversos desafios, comuns também às demais formas e áreas para empreender no Brasil. No entanto, com algumas dicas é possível começar sua jornada empreendedora, transformando vidas ao seu redor

Empreender parece ser uma das saídas mais convencionais quando não encontramos mais verdadeira satisfação em nosso trabalho.

No entanto, para encarar de verdade o que é empreender, é preciso ter muito planejamento, muito estudo e, mais do que tudo, um grande jogo de cintura para poder equalizar aquilo que é mito e o que é possível quando se trata de abrir seu próprio negócio voltado para a área de saúde.

Veja mais a seguir!

O que é empreendedorismo?

De forma bastante simples: empreender significa criar um negócio voltado para a comercialização de um produto ou para a prestação de um serviço.

Quando se trata da saúde, o empreendedorismo prevê a criação de um serviço ou de produtos que visem entregar, além de um insumo voltado para a saúde humana, algo que proporcione também bem estar.

Por sua vez, quando se trata de um serviço de saúde, o foco pode ser atendimento personalizado dos mais diferentes tipos e áreas ou, ainda, a criação de uma clínica popular, capaz de atender pessoas das mais diversas faixas de renda.

Por fim, quando tentamos definir de forma simples o que é empreendedorismo, podemos também acrescentar que se trata de, através de um novo empreendimento, transformar realidades, gerar renda e, ainda, proporcionar uma realização profissional e pessoal.

Qual é o perfil do empreendedor de saúde?

empreendedorismo na saude qual perfil empreendedor

O perfil do empreendedor de saúde é bem parecido com os empreendedores de outras áreas. A grande diferença entre eles, é que a intenção, muitas vezes, não passa pela obtenção de lucros sem um propósito claro.

O empreendedor de saúde no Brasil, muitas vezes, não tem a pretensão de se tornar um empresário. A maioria busca apenas por inovações em tratamentos de saúde e qualidade de vida.

No entanto, os empreendedores de saúde que se consolidam no mercado, precisam se adequar para diversos fatores que podem levar o negócio ao sucesso ou à falência.

O empreendedor na saúde, de forma mais geral e bem resumida, precisa ter:

  • Autoconfiança;
  • Ser mais independente;
  • Senso de realidade para traçar seus planos;
  • Sendo de oportunidade;
  • Senso de urgência;
  • Saber lidar com incertezas;
  • Saber lidar com frustrações;
  • Criatividade e capacidade de imaginar;
  • Saber ouvir e estar sempre em busca de feedback;
  • Habilidades de comunicação e relação interpessoal.

Como empreender na área da saúde? Por onde começar?

A saúde sempre será uma necessidade que deverá ser atendida.

Por esse motivo, o empreendedorismo na saúde é uma oportunidade para profissionais da área e até mesmo para quem não é. 

O interessante desse setor é que tanto a criança quanto o idoso, ricos ou pobres, precisam se sentir saudáveis. Isso faz com que qualquer pessoa seja um usuário em potencial do seu serviço.

A ideia do empreendedorismo na saúde se projeta em cima de uma boa margem de lucro, nas mais diversas especialidades dentro do setor. Seja você fisioterapeuta, médico ou dentista.

Por isso, uma boa estratégia para começar o seu novo empreendimento na saúde é escolher uma área específica para trabalhar

Mesmo em áreas mais “competitivas”, os serviços especializados ainda possuem excelentes oportunidades quando investimos em inovação e tecnologia diferenciada e é por esse caminho que você deve começar.

Você pode escolher a sua especialidade de formação se for profissional da área, ou poderá escolher a especialidade que mais te atrai, caso precise contratar profissionais.

Uma boa ideia para começar a empreender, caso você seja um profissional da saúde, é começar a sua própria clínica ou centro de saúde. 

Você pode começar com serviços de medicina geral ou especializada e incluir serviços adicionais ao longo do tempo

Mas se você não é um profissional de saúde, poderá investir em suprimentos médicos, tecnologia e inovação ou em suporte especializado.

Um bom recurso para entender as melhores áreas e quais os últimos recursos e tecnologias, é participar de eventos de empreendedorismo médico, como o Médicos S/A, que acontece anualmente.

Áreas e aspectos importantes para um bom empreendedorismo na saúde

empreendedorismo na saude areas aspectos importantes

Por ser uma das áreas de investimento mais caras do mercado, o empreendedor de saúde precisa calcular muito bem todos os seus passos, para não perder dinheiro ou acabar falindo.

Você pode ser um excelente profissional, com recomendações e as melhores especializações, mas se não olhar para os três pilares do empreendedorismo, poderá ter seu negócio arruinado.

Os três aspectos mais importantes do empreendedorismo em saúde são:

Gestão eficiente

Desenvolver uma boa equipe de gerenciamento é o componente mais importante da administração de qualquer empreendimento.

Os gerentes especialistas não apenas supervisionam os funcionários, mas devem tomar decisões importantes que afetam diretamente o seu empreendimento em saúde. 

Para ser um gestor eficaz, você precisará ser um líder, para guiar uma equipe especializada da melhor maneira possível.

Você também precisará de experiência, que poderá ser adquirida em treinamentos de gestão e empreendedorismo em saúde ou conversando com outros gestores e empreendedores.

Essa experiência, mesmo que indireta, será a base emocional que você precisa para a tomada de decisões que afetarão diretamente o sucesso ou fracasso do seu negócio.

Saber se comunicar e deixar claro as suas expectativas para a equipe também é importante. Um bom gestor constrói relações na base do diálogo claro e objetivo.

Por último, não podemos esquecer que um bom gestor para um empreendimento em saúde é aquele que sabe organizar tempo,orçamento, investimento e equipe, além de gerenciar riscos. 

Saber como se organizar é essencial para que tudo seja alocado de forma correta, no tempo certo e sem perder o controle dos riscos que ter um negócio pode trazer.

Qualidade do serviço prestado

A qualidade do serviço prestado na sua clínica, centro de saúde ou até mesmo na sua distribuidora é decisivo para cativar seus clientes mais fiéis.

Seus pacientes precisam se sentir acolhidos desde os primeiros momentos e isso começa no atendimento da recepção.

Cada setor do seu negócio precisará ser treinado periodicamente para manter os pacientes confortáveis e confiantes do tratamento recebido.

O mesmo vale para lojas, distribuidoras e assistências especializadas. A qualidade do serviço começará a ser medida desde o primeiro contato e você precisará se certificar de que todos terão a melhor experiência possível.

Feedback dos pacientes

empreendedorismo na saude feedback dos pacientes

Ouvir o feedback de seus pacientes e clientes é a melhor formas de entender as falhas e pontos para melhorar no seu empreendimento em saúde.

Lembre-se de que todo feedback é válido, desde que você esteja disposto a ouvir e investir energia, tempo e recursos para o aprimoramento constante do seu negócio.

Dicas e passo a passo para empreendedorismo na saúde

Algumas dicas podem ajudar você a começar o seu empreendimento na saúde de forma muito mais saudável e sem perder recursos.

1. Planeje seu negócio

Antes de se aventurar, os empreendedores da área de saúde precisam avaliar as necessidades do mercado, a fim de utilizá-las. 

Uma extensa pesquisa de mercado e um estudo aprofundado de diferentes especializações em saúde são pontos de partida essenciais.

Ao analisar a demanda local por uma variedade de produtos e serviços de saúde, os empreendedores podem escolher o(s) campo(s) certo(s) no vasto escopo da assistência médica. 

Eles podem criar um nicho em um mercado inexplorado ou até manter padrões em um mercado competitivo por meio de pesquisas contínuas.

2. Aprenda sobre gerenciamento

Você não precisa ter nenhuma educação formal em administração de negócios para começar um novo empreendimento, mas investir em conhecimento de gerenciamento é essencial para que o seu negócio não se torne um problema.

Invista em cursos e treinamentos oferecidos por empresas como o Sebrae, por exemplo, para aprender o melhor método de gestão integrada para o seu negócio.

3. Conheça o mercado

Os empreendedores de saúde bem-sucedidos são aqueles que entendem as necessidades do mercado e podem se conectar melhor com os clientes, preenchendo uma lacuna necessária nos serviços de saúde disponíveis.

Por exemplo, estabelecer mais uma unidade geral de saúde em uma cidade que já possui vários hospitais de boa reputação pode não ser uma boa ideia. 

Uma maneira melhor seria procurar regiões que carecem de assistência médica de qualidade e oferecer soluções de assistência médica de qualidade. 

Isso não tornará o empreendimento apenas financeiramente bem-sucedido, mas também o tornará mais relevante socialmente.

4. Invista em soluções criativas

A inovação é a chave para qualquer empreendimento empresarial de sucesso. Os empreendedores da área de saúde precisam acompanhar as mudanças no ambiente tecnológico na área da saúde e acompanhar as tendências. 

Desde registros de saúde elétricos, telemedicina, campanhas de marketing digital até o avanço na tecnologia da saúde, aprimorando tratamentos para pacientes, equipamentos médicos e procedimentos cirúrgicos, a proeza tecnológica está em toda parte.

Pode-se descobrir necessidades inativas ou não atendidas, fazendo perguntas simples sobre como melhorar seus serviços e obter vantagem competitiva por meio da inovação criativa.

5. Estabeleça parcerias e divulgue o seu trabalho

As parcerias e a divulgação são a espinha dorsal para qualquer empreendedorismo na saúde. 

Seus parceiros de serviço e investidores precisam estar no mesmo ritmo que você, para que tudo possa fluir adequadamente.

Escolha fornecedores e parceiros com uma visão compatível com a sua, para que você possa obter resultados semelhantes com o que você espera. O mesmo vale para a equipe de marketing, que deverá estar alinhada com os seus objetivos.

Conte com a Mobiloc para oferecer os melhores aparelhos e equipamentos de saúde para o seu negócio!

Você também pode se credenciar em planos de saúde ou convênios odontológicos que oferecem cobertura para o tipo de serviço que você oferece.

Mas, como se diferenciar no mercado do empreendedorismo na saúde?

empreendedorismo na saude como se diferenciar mercado

A diferenciação permite que você forneça valor superior aos clientes a um preço acessível, criando um cenário em que todos ganham, que podem aumentar a lucratividade e a viabilidade geral de seus negócios. 

Existem algumas maneiras principais de se diferenciar, incluindo produto, serviço, canais de distribuição, relacionamentos, reputação, imagem e preço.

No entanto, nem todas as estratégias de diferenciação são igualmente eficazes, e alguns métodos podem ser mais importantes do que outros para se destacar da concorrência.

A diferenciação do seu serviço é provavelmente a mais visível. Ele  inclui diferenças físicas e percebidos reais, dos quais o último pode ser adquirido através da publicidade. 

A diferenciação de serviço inclui não apenas a entrega e o atendimento ao cliente, mas todos os outros elementos de suporte de uma empresa, como treinamento, instalação e facilidade de pedido. 

Para muitos, esses parecem ser os componentes simples de uma empresa – o bloqueio e a abordagem ou os elementos fundamentais que não exigem sofisticação. 

Mas pense em um negócio como o McDonald’s. Goste do Big Mac ou não, eles sabem como se diferenciar no serviço.

Com muito poucas exceções, você obterá o mesmo produto e o mesmo serviço em um McDonald’s nos EUA, Paris ou São Paulo. E em cada local, as batatas fritas serão cozidas da mesma forma, terão a mesma quantidade de sal e serão servidas igualmente frescas da fritadeira.

Mercado de saúde no Brasil

Brasil é o maior mercado de saúde da América Latina e gasta 9,1% de seu PIB em saúde. 

Dos aproximadamente 6.400 hospitais, 70% são privados. Além disso, existem outros 96 mil serviços complementares de saúde, segundo o DataSUS.

O envelhecimento da população e a má gestão de recursos no setor de saúde oferecem oportunidades para produtos e serviços das mais diversas naturezas.

As principais oportunidades hoje, se encontram no tratamento de doenças crônicas, estética, fertilidade e doenças raras.

Seja qual for a área em que você vai investir, precisará de fornecedores de confiança.

Conte com a Mobiloc e tenha os equipamentos médicos mais atualizada do mercado!

10 negócios para empreender na área da saúde

As oportunidades de empreendedorismo na saúde são as mais diversas. Você pode começar investindo em um consultório particular ou em uma distribuidora de insumos essenciais.

Mas se a sua área é a tecnologia, poderá investir no desenvolvimento de softwares para auxiliar a gestão de plantões hospitalares, consultas e resultados de exames, comparadores para planos de saúde e muito mais. 

O importante é não perder o foco do sucesso e buscar a inovação. Separamos aqui algumas ideias de negócios na saúde para você se inspirar:

1 – Tecnologias voltadas para a saúde

Com o aprimoramento das tecnologias voltadas para a área da saúde humana, atualmente conseguimos, até mesmo, fazer cirurgias muito precisas através da operação de braços robóticos.

No entanto, é também chegada a hora de utilizar também conceitos de machine learning e inteligências artificiais aplicadas à medicina. 

Um exemplo sensacional dessa intervenção é, sem dúvida, a robô Laura, que, segundo dados dos seus desenvolvedores, já prestou mais de 8 milhões de atendimentos desde seu lançamento.

2 – Invista em informação: marketing de conteúdo!

Somente em 2019, o número de brasileiros conectados à Internet ultrapassou a casa dos 130 milhões.

Além de atendimentos em saúde, é também uma função de pessoas que dedicaram suas vidas à uma formação tão nobre, educar outras pessoas, de forma que doenças possam ser prevenidas e explicadas de forma didática e acessível.

Certamente, uma das grandes iniciativas para aqueles que se aventuram na área de empreendedorismo na saúde é essa relacionada à educação para uma vida mais saudável, seja através de um jornal digital, um blog ou produção de infográficos!

3 – Assessoria de comunicação digital voltada para profissionais da saúde

Nos últimos anos notamos que todas as pessoas que podem ter acesso à mídias e redes sociais podem, com esforço e dedicação, influenciar milhares de outras pessoas que estão ao seu redor virtualmente.

Isso fez com que um novo mercado – o de influencers – se tornasse imenso e de forma muito rápida no Brasil.

Apostar em táticas para que médicos possam também participar desse meio é uma maneira de dividir essa fatia do bolo da comunicação digital que, certamente, irá crescer ainda mais nos próximos anos.

4 – Crie estratégias para que experiências mais satisfatórias sejam cada vez mais comuns para entre pacientes

Um consultório médico não é mais, e há muito tempo, um espaço em que pessoas frequentam apenas quando sentem que seus corpos já não estão funcionando da forma que julgam adequada ou quando, simplesmente, não nos sentimos bem.

Este espaço proporciona cada vez mais uma verdadeira experiência que deve ir muito além de um bom café a ser servido ou revistas mais atualizadas para lermos enquanto esperamos pela consulta.

Investir em experiências mais completas e, certamente, muito mais satisfatórias envolve também um profissional mais apto para acolher, ouvir, propor soluções adequadas a um estilo de vida específico e fazer tudo isso de forma mais próxima e humanizada.

Um grande negócio para empreendedores na saúde pode residir justamente na prestação desse tipo de assessoria para seus colegas de profissão: tornar uma ida ao médico uma experiência que esteja cada vez mais associada à saúde do que à doença.

5 – Una esforços com seus colegas e crie um ambiente multidisciplinar

A saúde humana deixou de se resumir, e há muitos anos, a uma ida ao clínico geral, retirar algumas amostras de sangue, pegar resultados, levar para o médico e sair do consultório com uma pilha de remédios para tomar e resolver problemas que nem julgávamos ter.

Hoje, sabemos que nossa vida tem múltiplas dimensões e uma grande ideia para empreender na saúde está relacionada a, justamente, promover um acolhimento muito mais global.

Para isso, no entanto, é importante que tenhamos profissionais preparados para nossas mais diferentes atuações enquanto ser: nosso corpo no mundo, nossa mente, nossa saúde física e, quando temos isso tudo em um mesmo lugar, certamente tudo em nossa vida fica mais fácil.

Portanto, amplie seus horizontes e invista em um tratamento que olhe para o ser humano em suas múltiplas necessidades, junto de colegas que também compartilhem esse mesmo olhar.

6 – Invista na criação de uma clínica popular

Um dos maiores reflexos que a crise econômica pode criar é a evasão de contratos vinculados a planos de saúde – e isso em todas as regiões do país.

No entanto, isso não quer dizer, necessariamente, que todas as pessoas que já não podem mais pagar por um plano de saúde deixarão de ter atendimento médico ou que buscarão apenas o SUS.

Investir em uma clínica popular atinge diretamente essas pessoas, que tenderão a crescer nos próximos anos.

7 – Crie uma clínica para atendimento exclusivo a idosos

A saúde da pessoa idosa é, sem sombra de dúvida, uma das maiores preocupações para famílias de todo o Brasil.

Investir na criação de uma clínica voltada para o atendimento ao idoso permite que essa pessoa se sinta acolhida em suas necessidades, desfrutando de um espaço em que profissionais da saúde poderão fornecer a ela um atendimento completo e multidisciplinar.

Vale lembrar que o tratamento de saúde voltado para a pessoa idosa deve levar em conta todas as necessidades dessa pessoa, que vão além daquelas que são apenas físicas.

Portanto, formar parcerias com profissionais da fisioterapia, da nutrição e da psicologia pode ser um passo muito decisivo na criação de uma clínica de sucesso.

8 – Lance seu olhar para a medicina voltada para adolescentes

Nem criança, tampouco jovem, muito menos adulto: ser adolescente é flutuar em um limbo relacionado ao desenvolvimento humano, que, por si só, já é absolutamente conflituoso.

Ao criar uma clínica para atendimento médico de adolescentes, é fundamental que se observe que as necessidades das pessoas nessa fase da vida estão relacionadas à educação sexual, ao tratamento de pele, aos problemas relacionados ao chamado “estirão” (quando crescemos de forma muito rápida) e, ainda, às questões psicológicas que podem estar relacionadas aos mais diversos fatores do crescimento.

9 – Introduza em uma clínica um serviço de vacinação

A vacinação está longe de ser um tema que só está relacionado à infância ou às doenças que são sazonais, como a gripe.

Existem inúmeras vacinas disponibilizadas por laboratórios particulares que não fazem parte do nosso programa de vacinação criado e mantido pelo SUS, tal como a vacina contra a pneumonia, por exemplo.

Vacinas são essenciais não só para o controle de doenças, mas para assegurar também qualidade de vida para bebês, crianças, idosos, adultos e jovens.

Investir em um serviço como este em uma clínica multidisciplinar pode ser um excelente passo para o empreendedorismo na saúde.

10 – Crie um serviço de atendimento para a saúde integral da mulher

A saúde da mulher começa, na verdade, quando nascemos, passa por toda a infância, a adolescência, a juventude, a vida adulta e, por fim, pela velhice.

Uma clínica voltada para a saúde da mulher vai muito além de uma clínica em que ginecologistas e obstetras se reúnam e pode estar também associada a psicólogos, esteticistas, dermatologistas, enfermeiras obstétricas e vários outros profissionais que estejam ali dispostos para atender de forma conjunta uma mulher, em seus mais diversos tipos de necessidades.

Dicas e lições de de empreendedores inovadores da área da saúde

Empreender na área da saúde exige um alto nível de empatia e muito conhecimento em gestão, para que tudo dê certo.

Além disso, algumas dicas podem te ajudar a encontrar o seu setor de inovação:

Invista em algo que te dê prazer e orgulho

Investir em um empreendimento em saúde precisa ser algo muito bem calculado. Para atender bem, você precisará gostar realmente do que faz.

Uma boa dica é encontrar qual área mais te agrada ou qual especialidade você tem prazer em trabalhar. 

Pode ser que você seja um fisioterapeuta que prefira atletas ao invés de recuperação, ou você pode ser uma pediatra que prefira trabalhar com crianças especiais. Encontre exatamente o que você gosta de fazer.

Como empreendedor, você poderá aproveitar essa especialidade ou departamento para desenvolver um novo tipo de atendimento para ganhar o mercado.

Qualidade sempre em primeiro lugar

empreendedorismo na saude qualidade em primeiro lugar

A qualidade do seu atendimento está diretamente ligada ao gostar do que faz. Você deve se certificar que todos os profissionais envolvidos no seu empreendimento em saúde estão felizes por trabalhar com você.

Além disso, você deverá investir em formação para cada um dos seus colaboradores, para manter a qualidade do atendimento, principalmente se a sua intenção é abrir filiais.

Pense grande e olhe para o mundo

Antes de começar a elaborar um plano de negócios, pense cuidadosamente sobre o que torna sua empresa única. 

Lembre-se: você não está apenas vendendo seu serviço – está vendendo uma combinação de produto, valor e experiência da marca. 

Pense nessas grandes questões e descreva-as antes de mergulhar fundo na questão da sua pesquisa de plano de negócios.

Monte um plano de retorno

empreendedorismo na saude monte plano retorno

Descreva detalhadamente seu modelo financeiro, incluindo seu custo inicial, projeções financeiras e uma solicitação de financiamento, se você estiver dirigindo a investidores.

Seu custo inicial refere-se aos recursos necessários para iniciar seus negócios – e uma estimativa de quanto custará cada um desses recursos. 

Você está alugando um espaço de escritório? Você precisa de um computador? Um telefone? Liste essas necessidades e quanto elas custarão e seja honesto e conservador em suas estimativas. A última coisa que você quer fazer é ficar sem dinheiro.

Justifique todos os seus gastos, gaste apenas o essencial e trace o melhor plano para que todo o investimento retorne para o seu negócio em forma de lucro.

Descubra para quem seu negócio é importante

Para descobrir a importância do seu negócio para as pessoas você precisará fazer uma pesquisa de mercado sólida.

Verifique as demandas que podem surgir em uma primeira pesquisa e tente atendê-las. Aos poucos, e com o tempo, você poderá reorganizar o seu modelo de negócio de acordo com as demandas que possam surgir.

Propósito e faturamento devem andar juntos

Nenhum negócio sobrevive apenas de um propósito. Tente pensar em formas de fazer os seus objetivos se encaixarem em um modelo lucrativo, para que a sua empresa tenha continuidade.

Conclusão

O empreendedorismo na saúde é marcado por diversos desafios que nem todos estão dispostos a enfrentar. 

Você deverá observar bem o comportamento do setor na sua região e trabalhar para suprir demandas que possam existir, obtendo lucro e crescendo a sua empresa.

Seja o seu negócio grande ou pequeno, a Mobiloc está aqui para ajudar! Conte conosco para obter equipamentos de qualidade com as melhores condições do mercado.

Confira nossos outros artigos:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

dezessete − doze =

Rolar para cima